BLOG

Endomarketing: o que é e qual a sua importância

o que é endomarketing

Em um mercado tão competitivo, as empresas estão em constante movimento para atrair, converter e fidelizar clientes, certo? Mas, o que elas têm feito para conquistar aqueles que estão trabalhando duro todos os dias pelo negócio?

O endomarketing — ou marketing interno — é um processo que tem um objetivo semelhante ao mencionado. Então, ele é usado para atrair, manter e fidelizar talentos na organização.

Dessa maneira, os colaboradores ficam muito mais engajados e motivados para as suas atividades e é possível, assim, reduzir a rotatividade de pessoal (turnover) nas empresas, entre outros benefícios.

Você quer saber detalhes sobre o endomarketing, suas vantagens organizacionais e como ele pode ser aplicado ao seu negócio de maneira simples e efetiva? Então, continue com a gente e veja este conteúdo exclusivo que preparamos para você:

  • O que é endomarketing
  • Por que implementar o marketing interno na minha empresa? 5 vantagens
    • 1 – Reduzir a rotatividade dos funcionários
    • 2 – Engajar os colaboradores
    • 3 – Ter melhores resultados no negócio
    • 4 – Melhores retornos sobre os investimentos em capital humano
    • 5 – Alinhamento entre empresa e equipe
  • Estratégias e ações de marketing interno
  • Como implementar o endomarketing na organização

Boa leitura!

O que é endomarketing

Endomarketing, de um modo bem objetivo, é a estratégia de marketing voltada para a própria empresa

Para entender melhor o conceito, vamos “voltar alguns passos”, está bem?

O conceito de marketing nos diz que este é o estudo dos mercados, a fim de que uma organização obtenha os melhores resultados com a sua atuação. 

Então, são elaboradas estratégias, táticas e operações para fazer com que o negócio seja atrativo para os clientes, competitivo frente a seus concorrentes e um bom negócio para os fornecedores.

Para que tudo isso aconteça de maneira efetiva e lucrativa, é preciso avaliar constantemente o ambiente do qual a organização faz parte. Assim, é papel do marketing analisar regularmente a clientela, a concorrência, os fornecedores e demais agentes externos — como o governo.

O marketing utiliza diferentes canais para comunicar mensagens que possam atrair, converter e fidelizar clientes. Ele é responsável por definir diretrizes de branding, por exemplo, a fim de posicionar positivamente a marca na mente de seus consumidores.

Esse foi um resumo para você relembrar o conceito de marketing. Agora, com essas informações fresquinhas na sua mente, vamos nos aprofundar sobre o tema deste conteúdo, está bem?

Endomarketing, como vimos, é o marketing aplicado à própria organização. Nesse sentido, ele utiliza as mesmas estratégias, táticas e operações para atrair, converter e fidelizar o seu cliente interno, que é o colaborador.

Então, é preciso analisar o atual contexto da empresa e estudar maneiras para fazer com que os trabalhadores sintam-se cada vez mais engajados e motivados em sua missão organizacional.

Por tudo isso, o endomarketing é uma área da empresa que está sob responsabilidade de dois setores: marketing e recursos humanos.

Por que implementar o marketing interno na minha empresa? 5 vantagens 

Existem muitos aspectos que beneficiam a organização e os seus colaboradores quando falamos sobre o endomarketing. Quer saber quais são eles? A seguir, a gente separou as principais vantagens de colocar em prática o marketing interno nas empresas.

1 – Reduzir a rotatividade dos funcionários

O turnover é um problema mundial e, no Brasil, as taxas de rotatividade permanecem altas até em momentos de desemprego elevado. 

No país, mesmo depois dos efeitos econômicos gerados pela pandemia do coronavírus, foi registrado um número elevado de entradas e saídas dos funcionários nas empresas.

Logo após um dos períodos mais graves do covid-19, houve aumento do número de contratações, frente ao de demissões. Sobre esse saldo, Victor Pagani, supervisor técnico do Escritório Regional do DIEESE, afirma que: 

Chama atenção o número de admissões e desligamentos para que a gente chegue nesse resultado. Então, [ele] indica uma rotatividade muito grande do trabalho no Brasil e uma rotatividade crescente nesses últimos meses”. 

E o motivo da troca de trabalho não são oportunidades financeiramente mais vantajosas. Ainda segundo Pagani, houve queda no salário médio dos admitidos. Dessa maneira, até em momentos de incerteza econômica, pode haver alto turnover nas empresas brasileiras. 

O “entra e sai” de colaboradores prejudica consideravelmente o desenvolvimento do negócio. Afinal, fica mais difícil dar continuidade a projetos, fazer a integração entre as equipes e, até mesmo, a distribuir o serviço entre os funcionários.

Além disso, a constante saída de trabalhadores pode gerar insegurança e medo no time. Afinal, a prática pode sinalizar às demais pessoas da empresa que algo não está funcionando adequadamente.

O endomarketing, nesse sentido, é uma maneira para entender as demandas dos colaboradores e evitar que ocorram saídas em curto espaço de tempo.

2 – Engajar os colaboradores 

Em branding, a marca é trabalhada a fim de gerar impressões positivas na mente do consumidor, tornando-o fiel a ela. 

Quando o processo é feito adequadamente, mesmo aqueles que não fazem parte do público-alvo da brand entendem o seu “universo” e logo conseguem diferenciar uma marca da outra.

Cria-se, portanto, um contexto para oferta — que deixa de ser “apenas” um produto ou serviço e passa a ser uma experiência completa.

A Coca-Cola é um exemplo clássico. A marca de refrigerante deixou de ser “só” uma bebida para tornar-se um momento único em família e com os amigos, entre outros contextos sociais.

Da mesma maneira, a empresa pode trabalhar o seu marketing interno a fim de criar um contexto para a organização e trazer as pessoas para esse universo.

As startups de tecnologia, por exemplo, ficaram conhecidas por oferecer a seus profissionais um ambiente de trabalho descontraído. Já instituições financeiras, como bancos e corretoras, têm outro tipo de ambientação, que exige formalidade dos colaboradores.

Além da parte visível relacionada a prédio, móveis e a vestimenta dos trabalhadores, essas empresas também são diferentes na maneira como os profissionais se relacionam com o trabalho.

Enquanto pessoas que atuam no setor tecnológico devem ser mais criativas, o pessoal do setor financeiro precisa ser metódicos e preciso no exercício de suas atividades. 

Portanto, essas companhias perceberam que o fortalecimento do contexto da empresa, inclusive no ambiente, colabora para atrair pessoas mais alinhadas às suas demandas e engajá-las adequadamente em suas atribuições.

Equipes que estão bem ambientadas trabalham melhor e são mais engajadas na sua missão junto à empresa. Portanto, o endomarketing também colabora para que os funcionários estejam mais envolvidos e comprometidos com o trabalho.

3 – Ter melhores resultados no negócio

Funcionários insatisfeitos custam US$ 7.8 trilhões em perda de produtividade global, segundo o estudo “State of the Global Workplace”. O valor corresponde a 11% do PIB de todo o planeta, ainda de acordo com a pesquisa.

No Brasil, apenas 27% dos respondentes afirmaram que são “engajados ou altamente produtivos e comprometidos em prover valor para suas empresas”.

Nesse sentido, elevar o engajamento da sua equipe é fundamental para melhorar o nível geral de satisfação e, assim, evitar prejuízos à produtividade da empresa.

Antônio Batista da Silva Júnior, especialista da CNN em gestão e negócios, afirma que:

Anteriormente, o sucesso do trabalho para as pessoas era medido através do salário e do cargo. Hoje, não. Hoje, a relação com o trabalho mudou”.

Segundo Batista, para que as pessoas se sintam bem-sucedidas nesse novo momento, são considerados outros fatores como: “gostar do que faz, gerar impacto positivo na sociedade, no meio ambiente, conseguir cuidar da saúde física e mental, passar mais tempo com a família, com os amigos”.

Assim, é preciso entender esse novo contexto da força de trabalho para retê-la e comprometê-la com o resultado do negócio.

Não é preciso ir muito longe para entender do que estamos falando. Afinal, se você já trabalhou em uma companhia que o tornou insatisfeito, sabe como é difícil engajar-se para alcançar os melhores resultado, mesmo com todos os esforços.

Dessa maneira, engajamento e satisfação caminham lado a lado nas organizações. Como consequência, a empresa torna-se mais produtiva e alcança seus objetivos.

Como vimos, engajar funcionários é uma das tarefas do endomarketing. Portanto, ao elaborar estratégias e operacionalizá-las na empresa, as chances de sucesso do negócio aumentam.

4 – Melhores retornos sobre os investimentos em capital humano

Até aqui, vimos que o marketing interno é capaz de diminuir a taxa de rotatividade, aumentar o engajamento dos colaboradores e gerar saldo positivo para a empresa.

Nesse sentido, podemos dizer que os retornos feitos sobre os funcionários terão melhores resultados no médio e longo prazo.

Treinamentos, cursos, benefícios e uma série de outras atividades vão gerar resultados positivos porque essas pessoas ficarão mais tempo produzindo, mais e melhor, para a organização.

Então, com a implementação do endomarketing, os investimentos feitos na equipe se refletem por mais tempo e com maiores retornos ao negócio.

5 – Alinhamento entre empresa e equipe

Durante a vida, atravessamos diferentes fases — que vão desde a infância e adolescência, passando pela etapa adulta, chegando à terceira idade. Cada uma delas tem suas particularidades, desafios e ritmo, não é verdade?

As organizações também têm os seus estágios e exigem diferentes atitudes para cada um deles. Nesse contexto, o marketing interno é fundamental a fim de alinhar a empresa com seus colaboradores, tanto em relação às suas fases, quanto sobre suas expectativas, estratégias, planos.

Um colaborador em transição de carreira, com dúvidas relacionadas ao curto prazo, que está confuso sobre a sua profissão talvez não se alinhe às demandas de uma organização que precisa de pessoas estabelecidas em sua carreira. 

Já uma startup em ritmo acelerado de crescimento pode, inclusive, se beneficiar de uma alguém que ainda não sabe exatamente o que fazer nas próximas etapas de sua vida profissional. Nesse caso, a companhia pode moldar o funcionário e transformá-lo segundo as suas próprias demandas.

Com o endomarketing, é possível ter mais clareza sobre os encontros e desencontros entre a organização e a sua equipe. Assim, entende-se onde há desalinhamento e as maneiras de fazer com que exista um ponto de encontro entre expectativas organizacionais e as de seus membros.

As ações de marketing interno, inclusive, possibilitam verificar aquilo que realmente não tem aderência organizacional e atuar para encontrar novos talentos que estejam devidamente aderidos à cultura e aos planos da organização.

Estratégias e ações de marketing interno

Mas, afinal, como o endomarketing funciona na prática? A seguir, você confere algumas atividades que podem ser realizadas para engajar o colaborador e torná-lo mais comprometido com a empresa: 

  • Onboarding — processo de recepção e integração do trabalhador;
  • Palestras e eventos motivacionais;
  • Pesquisa de satisfação com os funcionários;
  • Benefícios reais;
  • Plano de carreira;
  • Treinamentos e capacitações;
  • Distribuição de materiais internos;
  • Campanhas de engajamento com o Notificações Inteligentes;
  • Ações de saúde e bem-estar;
  • Entre outros.

Outro ponto bastante relevante para o endomarketing é a transparência das organizações. Para que as pessoas se engajem e se comprometam com a sua função, elas precisam saber o propósito de seu trabalho, as suas atribuições e as metas esperadas.

Como implementar o endomarketing na organização

Agora que você já viu algumas atividades comuns ao marketing interno, conheça 

o passo a passo para instalar um setor de endomarketing na sua organização:

  1. Estude o mercado: avalie internamente a organização, como está a concorrência em relação à atração de talentos e quais fatores podem colaborar para a permanência dos profissionais em sua empresa;
  2. Foque no colaborador: faça pesquisas, realize entrevistas, converse com os funcionários, avalie números e veja como está a atual situação da força de trabalho;
  3. Analise o negócio: estude missão, visão e valores, a cultura organizacional e as suas metas;
  4. Cruze as informações: verifique o que pode ser melhorado e crie um plano estratégico para atrair e engajar talentos para a organização;
  5. Escolha canais de divulgação para as campanhas: como o envio personalizado e automático de mensagens pelo WhatsApp, com o Notificações Inteligentes;
  6. Coloque as ações em práticas: realize as atividades planejadas e observe;
  7. Avalie os resultados: confira o que deu certo e aquilo que pode melhorar;
  8. Reinicie o ciclo: faça novos estudos, planejamento, ações e avaliações.

Você pode enviar campanhas de endomarketing para dezenas, centenas e até milhares de colaboradores ao mesmo tempo, de maneira personalizada e automática pelo WhatsApp. 

Conheça as soluções em automatização de mensagens pelo WhatsApp do Notificações Inteligentes.

Conheça nossos planos agora mesmo.

Comece Agora

Você está a um passo de aumentar suas vendas e reduzir reclamações.